A Beneficência Familiar participa em projeto MIND que previne declínio cognitivo

APRESENTACAO PROJETO MIND


A Beneficência Familiar – Associação de Socorros Mútuos do Porto é uma das entidades parceiras do projeto MIND (Multiple interventions to prevent cognitive decline) que recebeu uma distinção de mérito pela Sociedade Portuguesa do AVC e que foi objeto de uma reportagem recentemente exibida pela TVI. (pode ver aqui)
Coordenado pelo Agrupamento de Centros de Saúde Porto Ocidental e conceptualizado pela Universidade do Porto (através do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação e a Faculdade de Desporto) em parceria com outras entidades, o projeto MIND consiste na implementação de intervenções não-farmacológicas na prevenção do declínio cognitivo.
O programa do projeto ( contempla sessões de treino cognitivo, exercício físico dinamizado por um fisiologista do desporto, promoção de uma alimentação saudável, através de aulas de culinária, avaliação auditiva e adaptação à perda de memória, pelo ensino aos utentes de estratégias para lidarem com a perda de memória e de outras funções cerebrais.
As intervenções com os utentes da zona do Porto Ocidental iniciaram-se em meados de setembro (a foto documenta os participantes na sessão de apresentação do projeto) e deverão prolongar-se por 10 meses, envolvendo as Unidades de Cuidados na Comunidade Cuidar e da Boavista e n’A Beneficência Familiar, que participa com duas turmas.
São, também, parceiros deste projeto: a Sociedade Portuguesa do AVC, Centro Hospitalar Universitário do Porto, o Centro Hospitalar Universitário S. João, a União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, Neuroinova, Widex, Fruta Feia e a Entreajuda.
Em Portugal, uma em cada 100 pessoas, com mais de 55 anos, é diagnosticada com demência, não existindo, na atualidade medicamentos que travem a evolução de défice cognitivo ligeiro para demência.

 

(Foto extraída da página de Facebook d'A Beneficência Familiar)